Vacinar ou ficar doente: o que é melhor?

Atualizado: 7 de fev.


Em função da pandemia, vimos a necessidade de refletir sobre este tema com diversos conceitos, que passaram a fazer parte da rotina de nossas famílias.


Todo medicamento precisa de um insumo, que será titulado como ingrediente central. Este processo é iniciado pelas Agências Reguladoras de Vigilância Sanitária, que analisa a substância através dos cientistas.

Após essa regulação, as Agências locais de fiscalização sanitária devem acatar a amostra. O insumo fundamental, ou a chamada matéria-prima, para a produção de vacina é o IFA: INSUMO FARMACÊUTICO ATIVO.

Imunidade de rebanho ou imunidade coletiva

A imunidade de rebanho é definida pelo momento em que um grande percentual da população para de transmitir uma doença por: se recuperar após sofrer a doença, ou porque estão imunizados contra o agente causador. Estes fatores tem divido opiniões, pela necessidade de apresentar a um percentual superior ou igual aos 70% de pessoas imunizadas ou recuperadas. Uma pandemia com a quantidade de variantes como a SARS-CoV-2, é difícil prever 'quando' seria possível chegar a uma imunidade de rebanho, pois, o contágio tem beneficiado o aumento de mutações. O que nos leva imediatamente a pensar que a vacinação é a melhor forma de combater o vírus.


Vacinas terapêuticas ou preventivas

A vacinação pode ser solicitada de forma terapêutica, quando é detectada uma doença e precisa-se combater a infecção de forma rápida. Ou, de forma preventiva, quando o intuito é prevenir e melhorar os efeitos de uma futura infecção.

Existem diferenças entre essas infecções, desde o aparecimento dos primeiros sintomas; observe sempre a relação da intensidade e a duração. Por isso, conhecer as principais diferenças entre as viroses. Esta pode ser uma boa forma de saber quando é preciso ir ao hospital ou fazer um tratamento diferenciado.


Como adquirir imunidade?

A vacina é uma forma de adquirir imunidade ativa, ou seja adquirida naturalmente, para uma doença específica. É desenvolvida por meio de uma preparação biológica contendo as mesmas informações do micro-organismo. Este preparo é desenvolvido para o corpo reconhecer e destruir facilmente as ameaças através de combinações das proteínas ou toxinas, que são semelhantes ao vetor de uma doença.


Em qualquer caso, é sempre aconselhado ir ao médico para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado, que muitas vezes pode incluir o uso de remédios que só devem ser usados com a orientação médica.






19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo